- PUBLICIDADE -

Resultado polêmico na luta de atleta itajaiense no Aspera FC 48

A luta na categoria 84kg, contou com três rounds e no final os juízes garantiram a vitória por pontos para Marcio Lyoto; Para muitos fãs Huinderton Cavadeira foi o verdadeiro vencedor da luta

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Desenvolva as suas habilidades e competências de Liderança

Programas de MBA e Masters da Tear Escola de Negócios englobam participantes com ou sem graduação e é semipresencial com duração de 12 meses

Divulgação
Divulgação

A vitória do lutador Marcio Lyoto contra o atleta de Itajaí Huinderton Barbosa durante o Aspera FC48, realizado em São José, na Grande Florianópolis, no último final de semana ainda é motivo de muitas avaliações e críticas de técnicos e especialistas do MMA. Apesar de todo o histórico do vice-campeão do TUF Brasil e ex-atleta do UFC, as atenções e expectativas estavam todas voltadas para o representante da Academia Open One, de Itajaí Huinderton Barbosa. A luta na categoria 84kg, considerada pelos especialistas como “duríssima”, contou com 3 rounds e no final os juízes garantiram a vitória por pontos para Marcio Lyoto.

No ginásio, torcedores gritavam pelo nome de Huinderton Cavadeira, que para muitos fãs foi o verdadeiro vencedor da luta. Enquanto Lyoto encerrou o duelo bastante machucado, o atleta de Itajaí demonstrou muita técnica e voltou com poucos arranhões. Essa não é a primeira vez que resultados dos jurados deixam atletas e torcedores contrariados. Na recente luta principal do UFC 204, em Manchester (ING), Michael Bisping, campeão dos médios, e Dan Henderson travaram uma verdadeira batalha de cinco rounds dentro do octógono. Porém, a vitória por decisão unânime para o inglês irritou o norte-americano e parte dos fãs e especialistas de MMA, que foram até para as redes sociais protestar.

O treinador e lutador de Jiu-Jitsu Wagner Hermenegildo, conhecido como Dentinho, acompanhou a luta no ginásio Campinas, em São José, e depois assistiu a gravação do duelo. De acordo com Dentinho, Huinderton Barbosa venceu a luta. “No final de cada round Huinderton conseguia colocar para baixo o adversário e tomou as ações de queda. Na minha opinião, esta foi a diferença do nosso atleta, mas como os rounds não foram finalizados e não terminaram em nocautes técnico ou normal, a decisão foi levada aos juízes que decidiram pela vitória do ex-lutador de UFC. Dentinho ainda complementa que para não prejudicar o atleta de Itajaí os juízes poderiam ter optado por um empate. “Se o Huinderton tivesse levado esta luta, poderia ter conseguido vaga para uma competição maior ou até mesmo uma oportunidade no UFC”, finalizou o treinador.

O atleta e diretor da Academia Open One, Wesley Santos, lamenta o resultado da luta e a decisão dos juízes. Segundo Wesley, Huinderton teve pouco mais de um mês de preparação, mas foi um período de muita dedicação e foco. “ O nosso atleta, estava preparado, foi para a luta decidido e pronto para vencer o adversário. O resultado frustrou boa parte das pessoas que estavam no evento. Infelizmente temos que aceitar a decisão dos juízes e projetar as metas para o ano que vem, mas assim como outros treinadores, ainda tenho dúvidas sobre o resultado”, destacou Wesley Santos.

Por enquanto Huinderton não tem nenhuma previsão de retornar aos tatames neste ano. A intenção a partir de agora é preparar o atleta para o calendário do ano que vem.


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Dia das Mães: Maislaser vai presentear 100 pessoas com 10 sessões de depilação a laser

Ganham as 100 primeiras pessoas que ligarem para (47) 3011-0611 ou 3011-0211, ou entrarem em contato pelo WhatsApp 047 99273-2191
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.