Patrocinador do Brusque FC demonstra indignação com a falta de qualidade e critérios dos árbitros

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

A carta abaixo foi encaminhada pelo diretor-presidente da Havan, Luciano Hang, ao presidente da Federação Catarinense de Futebol, Dr. Delfim Pádua Peixoto Filho, e ao presidente e vice-presidente da comissão de arbitragem, Luiz Carlos Espíndola e Fernando Lopes.

Senhor presidente,

Como patrocinador, torcedor e apreciador do futebol catarinense, sinto-me no direito e na obrigação de questionar e denunciar a falta de profissionalismo que vem ocorrendo na arbitragem dos jogos, mais precisamente na Divisão Especial do Campeonato Catarinense de Futebol, na qual o Brusque Futebol Clube, apoiado pela nossa marca, está disputando.

Nos jogos que acompanho, fico indignado de ver tanta falta de qualidade e de critérios dos árbitros, que cometem erros absurdos e abusos nas marcações de faltas e pênaltis, na aplicação de cartões, nas expulsões e até nos registros de gol. Sem falar no preparo físico duvidoso de alguns juízes, que não conseguem acompanhar o ritmo de uma partida de futebol como deveriam.

Problemas como estes influenciam no resultado final das partidas e prejudicam algumas equipes em detrimento de outras. Mas representam, acima de tudo, um grande risco para a paz desejada nos nossos estádios. As torcidas nem sempre toleram uma arbitragem parcial e, inconformadas, podem responder com violência contra jogadores e torcedores adversários. Isso já ocorreu em jogos recentes do Brusque, em que a Polícia Militar teve que recorrer à força bruta para conter as manifestações de desagrado depois da arbitragem ruim.

Procedimentos deste nível comprometem a qualidade do nosso futebol e levam ao desprestígio dos torcedores e patrocinadores. Nós mesmos, da Havan, retiramos o apoio ao Bruscão em 2012, entre outros motivos, por não concordarmos com algumas decisões e atitudes relacionadas à organização dos campeonatos, incluindo os critérios da arbitragem. Neste ano, com o retorno do presidente Danilo Rezini e sensibilizados com a situação do clube, resolvemos dar um novo voto de confiança à Federação e à sua diretoria.

Não queremos ser beneficiados, mas também não nos calaremos se formos prejudicados. Espero não me decepcionar e acredito que a presidência da Federação Catarinense de Futebol tomará as providências necessárias para selecionar e profissionalizar o quadro de arbitragem, para que cada partida seja lembrada pelos gols, pelos lances bonitos e pela competitividade dos times em campo, e não pelas injustiças no apito e suas consequências entre os torcedores.

Agradeço sua atenção e as providências que certamente serão tomadas no sentido de melhorar o nível do nosso futebol, em todos os aspectos.

Fico à disposição para outros esclarecimentos.

Atenciosamente,

Luciano Hang

Empresário e patrocinador do Brusque Futebol Clube

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

- Publicidade -