Marcílio Dias vence Camboriú e fica a um empate da classificação

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

Marcílio vence a segunda seguida contra o Camboriú. Foto: Rafael Nunes/Camboriú FC

Só um empate! É o que precisa o Marcílio na Copa SC. Pelo término da quarta rodada, o Marinheiro venceu o Camboriú por 1 a 0 em Itajaí e disparou na liderança da Copinha, com nove pontos, quatro à frente de Joinville e Metropolitano. A Cambura é lanterna, com apenas três pontos, mas ainda tem chances de classificação.

Restando duas rodadas, basta ao Marcílio que haja um empate em qualquer um dos quatro jogos restantes da Copa SC. Uma vitória garante o time em primeiro lugar, com a chance de decidir a competição no Estádio Hercílio Luz. O Camboriú segue vivo e depende só de si, conseguindo a vaga se vencer as duas próximas partidas.

O Marcílio volta a campo só no dia 27 de outubro, sábado, quando faz mais um clássico do Vale contra o seu maior algoz, o Metropolitano, às 16h. O Camboriú joga no longínquo 14 de novembro, quarta, contra o JEC no Robertão.

O jogo

O Marcílio entrou em campo em busca da vitória que deixaria o clube muito próximo da classificação. Vitória, que se fosse tricolor, deixaria a Cambura no G4. Jogando em casa e vindo de uma boa vitória contra o próprio Camboriú, o Marinheiro começou embalado, dominando o meio-campo e impondo a sua superioridade técnica. Já aos cinco minutos, a equipe rubro-anil ameaçou com Kappa, que invadiu a marcação, deu um chute forte, mas o goleiro Filipe fez uma boa defesa.

A equipe da casa continuava em cima, perdendo mais uma chance aos sete, dessa vez com Rafael Bittencourt, que partiu para o ataque, tentou o toque para Sharley, mas Rodrigão foi mais rápido e interceptou o toque, deixando a bola sair pela linha de fundo. Na sequência, o Marcílio pressionou novamente com Safira, que chutou, mas o goleiro fez o corte, a bola sobrou com Bittencourt, que trabalhou a jogada, arriscou de longe, para a defesa da zaga.

Passando o tempo, o Camboriú equilibrou a partida, ameaçando também o rubro-anil. Aos 21, Dodô recebeu, passou para Diego, que mandou com força para fora. A resposta do Marinheiro veio aos 24, quando Rafael Bittencourt pegou o rebote, passou pela marcação e chutou forte para fora. Cinco minutos depois, Marcus cobrou falta para o Tricolor, mas Gilberto espalmou para escanteio. Aos 43, o Marcílio quase marcou em cobrança de falta próximo ao escanteio de Bittencourt, mas a zaga afastou cruzamento.

Segundo tempo

As duas equipes voltaram sem alterações para a etapa final. Diferentemente do primeiro, o segundo tempo começou equilibrado, com boas chances para as duas equipes. A primeira ofensiva foi rubro-anil, com toque de Gustavo para Sharley, para a chegada de Rodrigão, que afastou para a Cambura, que respondeu com Luiz Renan, o jogador chegou na área, a bola se perdeu e a zaga afastou de qualquer jeito.

O jogo seguia lá e cá. Aos oito, Raffael Bittencourt deixou para Safira, que cruzou na área, mas a defesa afastou. Aos 12, a bola foi lançada na área do Marcílio, Diego tentou de calcanhar e a bola pegou na trave Dois minutos depois, Diego tentou novamente para o Camboriú, passou pelo primeiro zagueiro e caiu após passar pelo segundo. Aos 30, cobrança de falta para o Marinheiro, Rafael Bittencourt foi para a cobrança, mandou com perfeição, a bola passou pela área, desviou na zaga e entrou no fundo das redes: Marcílio 1 a 0.

O gol empolgou o Marcílio, que tinha dificuldade de criar as jogadas. Logo após marcar, Rafael Bittencourt tentou mais uma vez de longe, mas a bola foi para fora. Aos 39, Vitinho tentou mais uma para o Marinheiro, invadiu a área, mas a zaga cortou e afastou para longe. O Camboriú tentou o empate em cobrança de falta de Giba, a bola foi para o gol e Giba salvou para evitar o empate e garantir a vitória rubro-anil.

Ficha técnica: Marcílio Dias 1 x 0 Camboriú

Local: Hercílio Luz, em Itajaí (SC).
Data: 17/10/2012 (quarta-feira).
Horário: 20h (de Brasília).
Arbitragem: Jefferson Schmidt (CBF), auxiliado por Alex dos Santos (CBF) e por Eberval Lodetti (CBF)
Cartões amarelos: Gustavo, Bruno Matavelli, Cacimba (Marcílio); Diego, André Damásio (Camboriú)
Gols Rafael Bittencourt, aos 30/2ºT (Marcílio)

Marcílio Dias
Gilberto; Osvaldir, Gustavo, Bruno Matavelli e Esquerdinha (Vitinho); Everton, Diego Perini (Cacimba), Kappa (Anderson) e Rafael Bittencourt; Sharlei e Safira.
Técnico: Agenor Piccinin

Camboriú
Filipe; Roberto Cunha (Gesiel), Rodrigão, Joilson e William Correa; Jessé, Luiz Renan, André Damásio (Guilherme) e Marcus; Dodô e Diego (Braem)
Técnico: Suca

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

- Publicidade -