- PUBLICIDADE -

Marcílio vence Corinthians/PR em partida de 70 minutos

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Um jogo de 70 minutos. Assim foi a partida entre Marcílio Dias e Corinthians/PR que no primeiro tempo terminou em 0 a 0. Tratava-se apenas de um jogo-treino, mas a rivalidade entre as duas equipes cresceu e os ânimos se alteraram ainda no primeiro tempo.

O jogo que desde o princípio estava levemente favorável ao Marinheiro, ficou ainda mais rubro-anil logo no segundo tempo, quando depois de um cruzamento do lateral direito Régis, o atacante Flávio Dias matou a bola no peito dentro da grande área e com precisão mandou para dentro do gol, à esquerda do goleiro que apesar de se esticar, não alcançou a pelota. 1 a 0 antes dos dez primeiros minutos.

E foi dele também o segundo gol do Marinheiro, menos de seis minutos depois do primeiro, que ampliou o placar para 2 a 0. A partir daí o desequilíbrio emocional tomou conta da partida e as faltas se intensificaram por parte do time paranaense.

Após tentar roubar a bola do adversário, o lateral esquerdo Tiaguinho foi bloqueado e jogado no chão, recebendo mais um chute por trás. O jogo de corpo gerou reclamação por parte do lateral e o time paranaense se agrupou em torno do atleta. Neste momento, os jogadores do Marinheiro também se agruparam na lateral esquerda e a confusão se instalou no Gigantão das Avenidas.

Enquanto o empurra-empurra dentro de campo impedia a partida de recomeçar, alguns integrantes da Torcida Fúria Marcilista invadiram o gramado e perseguiram os jogadores de Curitiba, que correram para o vestiário dos visitantes. A partir daí não teve mais volta.

De acordo com Abelardo Lunardelli, o fato foi um acontecimento atípico, visto que o Marinheiro passou 2010 inteiro com apenas um registro de má conduta por parte de torcedores. “Tivemos apenas um caso de um torcedor que jogou uma cerveja dentro do campo, mas foi autuado pela polícia”, informou.

Para o técnico Jamelli, o jogo-treino estava excelente, os atletas do rubro-anil estavam soltos, fazendo boas jogadas e o time visitante também estava alinhado, mas o acontecimento tirou o brilho da partida. “Quisemos fazer algo bacana para a comunidade, com o jogo-treino aberto à torcida, mas infelizmente alguns não entenderam que se travava de uma partida experimental e perderam a cabeça. Vamos estudar como faremos os próximos amistosos para dirimir ao máximo a possibilidade destes eventos negativos”, frisou.

Escalação

Lúcio (Anderson) – Gol
Régis (Filipi) – Laterais
André Luiz – Zagueiro
João Leonardo – Zagueiro
Guarú – Lateral
Rodrigo Pontes (Dudu) – Volante
Nilson Sergipano (Giva) – Meia
Tandú (James) – Meia
Moreno – Meia
Tiaguinho – Lateral
André Nelis (Flávio Dias) – Atacante


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan oferta atendimento psicológico a profissionais da ONG Viva Bicho

A ação é realizada pelos acadêmicos dos anos finais do curso de Psicologia e visa o bem-estar das pessoas que trabalham diariamente com os animais
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.