- PUBLICIDADE -

BC sedia Campeonato Mundial de Mountain Bike em setembro

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan oferta atendimento psicológico a profissionais da ONG Viva Bicho

A ação é realizada pelos acadêmicos dos anos finais do curso de Psicologia e visa o bem-estar das pessoas que trabalham diariamente com os animais

bikeA cidade de Balneário Camboriú mais uma vez vai receber os melhores pilotos de mountain bike do mundo. Entre os dias 7 e 12 de setembro, o Parque Unipraias vai sediar o Campeonato Mundial de Mountain Bike para as categorias Master, para pilotos com idade acima dos 30 anos.

Essa é a primeira vez que o Brasil recebe o Mundial de Mountain Bike Master e já estão inscritos cerca de 400 atletas de 25 países.

“O Campeonato Mundial de Mountain Bike Master é uma conquista muito importante para todos os amantes do ciclismo no Brasil. O evento é resultado de um trabalho sério iniciado no início da década passada pela Federação Catarinense de Ciclismo. Sediamos com sucesso duas etapas da Copa do Mundo em Balneário Camboriú e esses eventos serviram para mostrar ao mundo que o Brasil tem competência de sediar grandes provas de diversas modalidades”, afirmou João Carlos de Andrade, presidente da Federação Catarinense de Ciclismo.

O evento é organizado pela FCC (Federação Catarinense de Ciclismo) com apoio da Fundação municipal de esportes.

ATLETAS DE 25 PAÍSES

Os nomes dos inscritos podem ser conferidos no site do evento e já estão garantidos atletas de 25 países. O evento terá pilotos da França, EUA, Dinamarca, Irlanda, África do Sul, Chile, Jamaica, Austrália, Espanha, Itália, Grã Bretanha, Bélgica, Uruguai, Venezuela, Argentina, Colômbia, Canadá, Noruega, Alemanha, Peru, Jamaica, Suécia, Equador e Eslovênia.

O Brasil terá cerca de 200 atletas e a Argentina é o país estrangeiro com maior número de inscritos, com 76 pilotos. O Chile vem em segundo com 40 pilotos inscritos. A Europa, grande força do mountain bike mundial, estará presente com grandes nomes. A Itália tem 14 pilotos inscritos e a França 10 atletas.
As inscrições ainda não encerraram e esses números tendem a aumentar até a data do evento.

DESTAQUES BRASILEIROS

O evento catarinense é a grande oportunidade que muitos atletas brasileiros esperaram a vida toda.
Conquistar uma medalha na etapa única do Mundial sempre foi o sonho de muitos brasileiros.

É o caso do paulista Marcio Ravelli, dono de 11 títulos nacionais (um na Cadete, nove na Elite e um na Máster). Ravelli é referência nacional quando o assunto é mountain bike e está empolgado com o campeonato no Brasil.

Outro forte adversário de Ravelli será o belga Geoffry Maes, atual campeão mundial na 35-40.

Já na categoria 50-54 anos, o paulistano Eduardo Ramires vai em busca do seu segundo título Mundial. Ramires é o Técnico da Seleção Brasileira de Mountain Bike e conquistou o seu primeiro título Mundial em 1989 nos Estados Unidos na categoria Expert Amador.

Entre os atletas catarinenses, vale destaque para o policial militar Leandro Puttkammer, da cidade de Palhoça. Puttkammer, de 30 anos, venceu no início de agosto a maratona MTB 2 Days e vai competir na categoria 30-34 anos focado na conquista da medalha de ouro.

No feminino, a disputa também promete ser dura e o Brasil vai contar com todo o talento da paulista Adriana Nascimento na categoria 30-34. Adriana tem nove títulos brasileiros no cross country e em 2006 ficou em quarto lugar no Mundial Máster realizado no Canadá.

PISTAS ELOGIADAS

As pistas estão localizadas nas encostas do Morro da Aguada, ao lado da Praia das Laranjeiras.
O local já recebeu uma edição da Copa do Mundo de Mountain Bike na modalidade cross country olímpico (XCO) e duas de downhill (DH) e agradou muito aos pilotos estrangeiros que ali estiveram em 2005 e 2006, tanto pela beleza do local, quanto pelo nível técnico das pistas e pela boa organização dos eventos. Em 2006, o mesmo lugar recebeu o Campeonato Pan-Americano de Mountain Bike.

As disputas serão em sete categorias para atletas a partir dos 30 anos, divididas em faixas etárias que vão até a Over 60 (30/34, 35/39, 40/44, 45/49, 50/54, 55/59 e acima dos 60).

A pista de cross country olímpico sofreu alterações em relação à Copa do Mundo. A nova pista tem 5.250 metros de extensão com 330 metros de subida por volta, com paredes com inclinação máxima de até 29%. O tempo estimado médio por volta é de 25 minutos por volta para os atletas mais rápidos.

Já a pista de downhill é a mesma que recebeu a duas edições da Copa do Mundo em 2004 e em 2005. A descida tem uma extensão de 1.250 metros e um desnível de 225 metros, com inclinação máxima de – 30%.

PROGRAMAÇÃO

As provas começam a partir das 8h30 da sexta-feira, dia 10 de setembro, com todas as categorias femininas e também as categorias masculinas 55-59 e acima dos 60 anos.

As disputas do dowhill (descida de montanha) acontecem a partir das 14h30 com os treinos de Qualify (tomada de tempo) e a previsão de término é às 17h30.

No sábado, a partir das 8h30, correm as categorias de cross country 50-54 e 45-49 anos. As finais do downhill acontecem entre 14 horas e 17h30, com premiação a partir das 18 horas.

No domingo a partir das 9 horas é a vez dos pilotos de cross country das categorias 40-44, 35-39 e 30-34 anos entrarem na pista. A premiação será às 16 horas.


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Clínica de odontologia da UniAvan oferece atendimento para cirurgias dentárias

Os procedimentos gratuitos serão direcionados a cirurgias de extração de dentes, remoção de freio, raiz quebrada, tratamento de lesões na boca, dentre outros
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.