- PUBLICIDADE -

Jeito Moleque é a atração de hoje da 24ª Marejada

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Comece bem o verão com marmitas caseiras da Light Food BC

Por sua qualidade de vida e saúde, nos dias quentes mantenha uma alimentação saudável com as marmitas da Personal Chef Fit Kris Borba

jeito molequeA véspera de feriado será animada pelo som de pagode do grupo Jeito Moleque.

Aclamados no cenário nacional como um dos melhores grupos de pagode da atualidade, além de engajados em questões ambientais, o grupo possui 12 anos de carreira e é uma das atrações mais esperadas desta edição da festa.

Os ingressos antecipados a R$15 podem ser adquiridos na bilheteria do Centreventos Itajaí, ou através do site www.compreingressos.com. Confira os demais preços de ingressos para área VIP e camarotes no site oficial www.marejada.itajai.sc.gov.br.

Foi nas rodas de samba, após as partidas de futebol no Clube Espéria, na Zona Norte de São Paulo, que cinco amigos decidiram unir o seu gosto pelo ritmo e formar o que é hoje um dos grupos mais bem-sucedidos do Brasil. Em 1998, o grupo composto por Bruno Diegues (voz), Carlinhos (cavaquinho e vocal), Felipe (violões, banjo e vocal), Rafa (percussão e vocal) e Alemão (percussão e vocal), se transformou no Jeito Moleque, que inovou o samba paulista ao misturar música pop ao estilo tradicional.

O grupo passou das apresentações em festas de amigos e familiares, para os bares da Vila Madalena (SP). Todos os domingos, jovens universitários enchiam a casa. De lá, o grupo passou a se apresentar em bares da região dos Jardins (SP). As noites com “lotação esgotada” chamaram a atenção de Fabio Ponte, hoje empresário, sócio, amigo e considerado o sexto integrante do Jeito Moleque.

Aclamado na Vila Olímpia, bairro de São Paulo com grande concentração de casas noturnas, Fabio leva o Jeito Moleque para se apresentar pela região. Sucesso entre o público frequentador da noite paulistana, o Jeito Moleque chegou a reunir, nas noites de quinta-feira, cerca de quatro mil pessoas no Santa Aldeia. Foi nessa época que o grupo inclui no repertório sua primeira canção autoral, Amizade Verdadeira, e passou a participar de eventos comandados por grandes nomes do axé music, como Chiclete com Banana, Babado Novo e Ivete Sangalo; fato que expandiu seu público seguidor.

Em setembro 2003, o Jeito Moleque grava, ao vivo, seu primeiro disco solo. Produzidos por Arnaldo Saccomani, o grupo registrou sucessos como a regravação de “Só Pro Meu Prazer”, de Leoni, hoje amplamente associada aos “moleques”. Lançado em junho 2004, em um grande show no Armazém da Vila, o CD Eu Nunca Amei Assim tinha sua faixa-título entre as 10 músicas mais tocadas pelas rádios de São Paulo.

Tamanha repercussão no cenário musical levou a Universal Music a se interessar pelo trabalho do Jeito Moleque e, em janeiro de 2005, o grupo assinou contrato com a gravadora, que resultou na gravação, nos dias 12 e 13 de abril do ano corrente, do CD e DVD Me Faz Feliz, captados ao vivo no Olympia, em São Paulo. O lançamento do novo álbum deu projeção nacional ao trabalho do Jeito Moleque, que passou a ser presença constante na mídia televisiva.

Em 2007, o Jeito Moleque decidiu gravar o seu primeiro disco em estúdio, lançado em abril de 2007 e intitulado O Som do Bem. O CD era composto de músicas ineditas, exceto a canção Sem Radar, de Marcus Menna, carro-chefe o álbum. Outra surpresa desse álbum é que, com o seu lançamento, o Jeito Moleque decide assumir uma postura ambientalmente correta, produzindo a capa do disco e todo o seu material de divulgação em papel reciclado.

Em novembro de 2009, o Jeito Moleque lança o CD e DVD 5 Elementos. O nome do álbum convida o público para uma reflexão sobre a importância da interação dos cinco elementos (metal, madeira, terra, água e fogo) para o equilíbrio da natureza. O grupo se torna engajado nas questões ambientais e estas ações são reconhecidas pela mídia, quando o grupo ganha, em 2008 e 2009, o Prêmio Jovem Brasileiro na categoria “música”.

Discografia

2009 – Jeito Moleque Electro
2009 – 5 elementos
2008 – Ao Vivo na Amazônia
2007 – O Som do Bem
2005 – Me Faz Feliz
2004 – Eu nunca amei assim


COMENTE ABAIXO ⬇

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Mesmo com a pandemia, coleta para reciclagem aumentou 31% neste ano

Ainda em 2019, a coleta de recicláveis deu um salto em BC em decorrência da implantação de novas políticas públicas
- PUBLICIDADE -

Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.