- PUBLICIDADE -

Déte Pexera se apresenta no Teatro Bruno Nitz neste domingo, 26

A comédia “Natal da Déte - Te mete!” acontece a partir das 20h

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Maislaser vai presentear 100 pessoas com 10 sessões de depilação a laser em agosto

10 sessões de depilação a laser em uma área pequena! Não vai perder esse presentão, né?
Déte Pexera Divulgação
Divulgação

A personagem Déte Pexera estará no Teatro Municipal Bruno Nitz, em Balneário Camboriú, com a comédia “Natal da Déte – Te mete!” neste domingo (26), às 20h. O ingresso custa R$ 40, com meia-entrada de R$ 20. Quem levar um produto de limpeza residencial também pagará meia-entrada.

No palco, embalada pelas lembranças das canções de Terno de Reis, Déte leva o público para dentro de sua casa durante os preparativos da ceia de Natal.

Déte Pexera é uma típica mulher do litoral catarinense. Quem dá vida à personagem é o ator itajaiense Cláudio Rizzih. Sucesso na internet, Déte foi criada há dois anos por Rizzih, quando ele lançou um vídeo caracterizado como a personagem. Desde então, as apresentações do ator lotam os teatros por onde ele passa.

Agende-se
O que: “Natal da Déte – Te mete!”
Quando: domingo (26), às 20h
Onde: Teatro Municipal Bruno Nitz (Avenida Central nº 50, esquina com a Rua 300, Centro de Balneário Camboriú)
Quanto: R$ 40, com meia-entrada de R$ 20. Quem levar um produto de limpeza na compra pagará meia-entrada. Ingressos estão à venda na bilheteria do Teatro. A bilheteria funciona de segunda a sexta-feira, das 14h às 19h. Nos sábados, domingos e feriados, os ingressos podem ser adquiridos a partir de duas horas antes do espetáculo.
Classificação: Livre


COMENTE ABAIXO ⬇

Telegram: participe do canal do Click Camboriú

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de Balneário Camboriú e região em seu e-mail.

⚠ Confirme na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Como a cannabis medicinal tem ajudado famosos e não famosos

A Huniq, empresa de cannabis medicinal instalada em Itajaí, é responsável pelo tratamento das quatro histórias apresentadas nessa reportagem
- PUBLICIDADE -