- PUBLICIDADE -

Do Diarinho: Helisul faturou R$ 23 milhões com vendas de helicópteros ao governo de SC

Aeronave cedida à PM de Balneário Camboriú não foi a única comprada da Helisul sem licitação

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Trader Jader Nogueira exibe ganhos milionários e contraria matéria do Fantástico

Publicação na rede social do influenciador viralizou e pessoas se identificaram

Foi matéria o Diarinho na última semana: Helisul faturou R$ 23 milhões com vendas de helicópteros ao governo de SC. A matéria é assinada pelo jornalista Hyury Potter, que teve acesso aos contratos de compra de helicópteros de uso do governo de SC e constatou que cinco foram vendidos pela mesma empresa paranaense envolvida em polêmica do helicóptero de R$ 8,3 milhões da PM de Balneário Camboriú.

Segundo o jornal, o valor foi negociado durante nove anos de vendas ao governo, seja com venda direta ou indireta – quando há acordos ambientais ou judiciais que preveem a doação de bens pagos pela iniciativa privada ao estado. Os valores estão demonstrados em seis contratos que o Diarinho teve acesso após pedidos via Lei de Acesso à Informação.

helicopteros

Reportagem investigativa

No início do mês de setembro, o Diarinho publicou uma reportagem investigativa informando que um acordo judicial promovido pela 5° promotoria do Ministério Público de Santa Catarina, em Balneário Camboriú, permitiu que construtoras que eram rés em uma ação civil pública comprassem um helicóptero por R$ 8,3 milhões da empresa Volare Táxi Aero, que pertence ao grupo Helisul, em janeiro deste ano.

Em 2011, a Helisul comprou o helicóptero PR-HGH por R$ 1,5 milhão. Com a venda para o uso da polícia Militar, a empresa lucrou mais de 420% no negócio. Segundo arquivos do acordo, a PM de Santa Catarina indicou o modelo a ser comprado. Não houve licitação porque a compra foi bancada por empresas privadas. Também não foram apresentados três orçamentos, como manda os ritos envolvendo dinheiro público.
A promotoria e a PM justificaram o alto valor do modelo, mesmo após quase 20 anos de uso, por causa das garantias e seguro previstos em contrato.

A adição de seguro da aeronave não aparece nos outros contratos com o governo, mas em três há a previsão de pagamento de treinamento para até 12 pilotos, a ser custeado pela empresa vendedora do helicóptero. Isso também encarece o valor da aeronave e não está no contrato do modelo de R$ 8, 3 milhões da PM de Balneário.

Uma notícia de fato, procedimento anterior a um inquérito, foi aberta no dia 5 de setembro pela 5ª Promotoria do Meio Ambiente de Balneário Camboriú, após a publicação das reportagens do DIARINHO. A promotoria é representada por Isaac Sabbá Guimarães, promotor que também promoveu o acordo. De acordo com a assessoria de imprensa do MP, o caso tramita em sigilo e já houve diligências para apurar a compra. Não há previsão para conclusão da investigação.

A reportagem completa pode ser lida no site do Diarinho:
Helisul faturou R$ 23 milhões com vendas de helicópteros ao governo de SC


COMENTE ABAIXO ⬇

Fique bem informado com as notícias do Click Camboriú através do Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan promove plantão de matrículas neste sábado com desconto exclusivo

Novos alunos ganharão desconto de 20% na primeira mensalidade de cursos presenciais; Quem optar por graduação EAD começa a pagar só em julho de 2021
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.