- PUBLICIDADE -

Polícia Militar de BC e o abuso de autoridade – Parte II

Homem diz ter sido surrado e esganado por policias na terça-feira (03)

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Se lembra desta publicação “Rolando no facebook: Polícia Militar de BC e o abuso de autoridade“? Na ocasião, além de deixarmos o espaço aberto para a Polícia Militar se manifestar sobre o caso, enviamos um e-mail para o endereço [email protected], no dia 15 de junho, solicitando a versão da PM, e nunca fomos respondidos.

E parece que a história de abuso de autoridade se repete, menos de um mês depois, na cidade de Porto Belo, que é de jurisdição do 12º BPM.

As fotos e relato obtido e publicados abaixo foram obtidos no facebook de uma das vítimas do suposto abuso de autoridade, filha do senhor que aparece nas fotos.

Ontem (terça-feira, 03) tivemos uma discussão com um vizinho, que ameaçou eu e minha mãe. Liguei 3 vezes para a policia, até que viessem, mas quando chegaram não nos deixaram falar e nos mandaram ir a pé pra delegacia.

Aí liguei pro meu padrinho, e quando ele chegou saimos de casa, mas o policial não deixou a gente sair, e quando meu pai voltou pra dentro do nosso terreno o policial Doose o agarrou pelas costas e começou a bater nele, então eu fui tentar fazer algo, e quando cheguei perto a policial Márcia me agarrou pelo cabelo e começamos a nos agredir.

No mesmo momento chegou o reforço policial que eles haviam chamado “não sei pra que” se estávamos indo pra delegacia… Até então, ok, mas algemaram meu pai, jogaram minha mãe no chão e pisaram nela, enquanto os vizinhos da rua e meu irmão de 9 anos assistiam a tudo.

Algemaram meu pai e eu, nos JOGARAM dentro da “caixa” da viatura, e quando a policial me jogou lá me deu socos e chutes, um deles acertou o para-choque, que quebrou, e disseram que fui eu!!!!

Mas quando cheguei na delegacia e entrei, não vi meu pai. vi um HOMEM DEFORMADO que se dizia meu pai!!! Meu pai falou que bateram nele dentro da viatura a caminho da delegacia. O Capitão Eder tentou esganá-lo, tanto que tem marcas no pescoço dele, tentativa de HOMICIDIO!!

Enquanto isso a policial Márcia me ameaçava dentro da delegacia, que eu ia pagar por ter batido nela, pra tirar eu da frente dela senão ela ia quebrar a minha cara e tal.

A vítima finalizou dizendo:

Por que existe polícia então? Chamamos para nos defender e acabamos sendo espancados?? Agora tá na mira, ninguém deve baixar a guarda, iremos até o fim em busca de justiça!!!

Mais uma vez, aguardamos a Polícia Militar se pronunciar sobre o caso.


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan oferta atendimento psicológico a profissionais da ONG Viva Bicho

A ação é realizada pelos acadêmicos dos anos finais do curso de Psicologia e visa o bem-estar das pessoas que trabalham diariamente com os animais
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.