Rua 4700 – querem mexer com o psicológico do contribuinte

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

Antes que tirem conclusões precipitadas, afirmo que sou contra a venda de bens públicos. Sou contra pelos seguintes motivos: a prefeitura de Balneário Camboriú possuia uma enormidade de imóveis (terrenos, ruas e áreas construídas) que foram vendidas, e isso vem ocorrendo de longa data. Atualmente, basta pegar o Jornal Diarinho em editais da prefeitura e ver os resultados destas atitudes. Constantemente estão locando imóveis para servirem à administração municipal. Um exemplo é o Pronto Socorro 24h da Barra, que foi locado por R$ 5 mil por mês, a sede da Secretaria de Educação (não me recordo o valor, se não me engano passa de R$ 5 mil), entre outros inúmeros imóveis. O fato de alugar imóveis joga por terra que terrenos e ruas não possuam utilidade para o município. Na verdade, utilidade tem, e muita, mas como que administradores municipais irão restituir as doações de campanhas se não precisarem alugar imóveis que custam um valor altíssimo para os municípios, muitas vezes acima do valor de mercado?

Agora as imagens do Presidente da Câmara sinalizando que várias situações de vendas de bens públicos, como o referido caso, em um simples gesto com as mãos ele diz tudo, muitas ruas destas já foram tomadas e relata que o dinheiro das vendas ele nunca viu. Estranho um vereador, que tem o dever de fiscalizar, não saber onde foi destinado o dinheiro de mais de 20 autorizações de vendas que ele próprio votou.

Agora, depois da repercussão do vídeo, ele dá uma entrevista, que está no site Noticiaja, informando que o dinheiro será utilizado para a construção do Pronto Socorro que ficará anexo ao Hospital Ruth Cardoso, aquele que já deveria ter sido aberto a mais de dois anos, mas segue fechado. Um hospital com equipamentos modernos (na época da compra), novos, que estão se deteriorando por não estarem sendo utilizados, com suas garantias de fabrica já expiradas. Um verdadeiro disperdício de dinheiro público. Quanto ao PS, o dinheiro já está em caixa a muito tempo (foi noticiado tempos atrás) e já deveria ter sido construído e estar servindo a população.

Vale lembrar ao Presidente da Câmara que quem noticiou primeiro a venda de parte da rua foi o Jornal Diarinho e não a RIC Record. Agora, estranho, quando a imprensa fala a verdade (contra a administração) é pelo fato de estar comprada e agindo com interesses, e quando ela eleva o ego da administração municipal, omite informações,  será que ela também não está comprada ou com interesses?

Estão usando o psicológico do contribuinte para que os mesmos não fiquem contra atitudes como estas, e aplaudam a venda, e o administrador municipal (que enviou o projeto da venda) e vereadores (que aprovaram), saiam com anjinhos.

Agora, fica uma pergunta. Aquela rua, se for verificar a fundo, deve ter um projeto que ela deveria ligar a Av. Normando Tedesco. Já que a COMUVAL avaliou a área com valor de R$ 5 mil o m², a prefeitura poderia indenizar o proprietário da área e abrir a rua, assim ela teria uma utilidade. E se isso fosse feito, a construtora que possui o terreno aceitaria a indenização avaliada pela COMUVAL?

Aos que criticam aos jovens jornalistas, blogueiros e pessoas que não compactuam com as atitudes dos que incentivam  à venda de parte de ruas e terrenos que pertencem ao município, no meu caso, tive interesse pela política há aproximadamente três anos. Hoje estou com 28 anos, por isso não questionei as outras vendas, sem falar que há menos de três anos as informações não eram tão claras como hoje, que temos acesso ao que ocorre na Câmara de Vereadores, ficávamos na dependência da imprensa, que por diversas vezes omitiam informações.

Hoje com a internet temos acesso a tudo (ou quase tudo, pois o portal de transparência do município segue desatualizado e faltando detalhes). Com a internet a informação circula com facilidade e não mais se consegue esconder os fatos por muito tempo. O mais estranho são jornalistas que mudam a sua mentalidade quando mudam de emissora, ou não tem princípios ou o principio maior é o dinheiro.

Veja a Reportagem da Ric com o Prefeito Edson Renato Dias (no vídeo tem até a mãozinha do Presidente da Câmara de Vereadores).

Parabéns RIC, é assim que a imprensa tem que agir. Chega de políticos fazer o que bem entendem. Não se preocupem por falar a verdade, até JESUS CRISTO foi crucificado e criticado por falar a verdade.

http://www.clickric.com.br/ric.com/videos_programa.asp?estado=sc&id_prog=2&id=15357&cidade=4

http://www.clickric.com.br/ric.com/videos_programa.asp?estado=sc&id_prog=2&id=15358&cidade=4

http://www.clickric.com.br/ric.com/videos_programa.asp?estado=sc&id_prog=2&id=15361&cidade=4

http://www.clickric.com.br/ric.com/videos_programa.asp?estado=sc&id_prog=2&id=15362&cidade=4

Venda da área de 300 m², será licitada afirmou o Prefeito.

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

- Publicidade -