- PUBLICIDADE -

Praia de Laranjeiras em estado de abandono e os índios em BC

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Dia das Mulheres: 100 leitoras serão presenteadas com 10 seções de depilação a laser na Maislaser

Ganham as 100 primeiras pessoas que ligarem para (47) 3011-0611 ou 3011-0211, ou entrarem em contato pelo WhatsApp 047 99273-2191

Imagem1103Precisar ir ao banheiro na praia de Laranjeiras, sem dinheiro nem pensar. A Prefeitura Municipal não disponibilizou banheiros químicos gratuitos para a localidade, e comerciantes se aproveitam da falta de estrutura para faturar alto. Ir ao banheiro na praia chega a custar R$ 2,00.

Caminhei por tudo e não encontrei um Policial Militar no local, salvo se estavisse descaracterizado, nem mesmo Agentes de Trânsito, que poderiam ser usados como ponte para a informação chegar mais rápido às viaturas da PM. Falo isso pois, para efetuar uma ligação para o 190, chega próximo dos 10 minutos de muita tentativa até conseguir uma linha disponível devido ao grande número de chamados ou a falta de atendentes.

Imagem1106Outro fato lamentável é o lixo exposto.

Saindo de laranjeiras resolvi passar no Parque Ciroi Gevaerd (SANTUR) para ver como se encontravam os índios no local. Para minha surpresa estão muito bem instalados. Diferentes dos turistas que frequentam Laranjeiras, eles possuem banheiros químicos no local e água potável para lavarem suas roupas, em frente ao portão de entrada do Parque. Não verifiquei, mas devem estar até com energia elétrica. Não duvido nada se tiverem com internet e telefone.

Imagem1125Um fato lamentável para nossa cidade, pois o local não parece acampamento indígena e sim um acampamento dos sem terras. Só falta a bandeira, barracas feitas de lonas, roupas estendidas às margens da BR e acesso ao Parque Ciro Gevaerd. O mais grave de tudo é que o fato não é de hoje, mas sim de administrações anteriores, que não tomaram uma atitude. A vinda dos índios para Balneário Camboriú poderia ser muito melhor aproveitada, já que anualmente eles se deslocam para a cidade e geralmente se instalam naquele local. Deveriam fazer um acampamento indígena a altura, com ocas e infra estrutura para os visitantes e para a venda de seus artesanatos.

Imagem1002Não tenho nada contra os índios, mas a lei que os protege deveria ser alterada, dando a eles os direitos a qual possuem hoje, somente na Reserva Indígena, e se deslocando para outro local, ser comparado a um cidadão comum. Tal lei permite inúmeras irregularidades como as ocorridas às margens da BR 101 e nas calçadas da Av. Brasil e pontos turísticos de Balneário Camboriú. Uma pergunta fica no ar, tendo em vista que temos a feira do artesanato, qual o motivo de os indígenas não estarem ocupando aquele espaço?

Mais fotos no Blog: http://olhandocom.blogspot.com/


COMENTE ABAIXO ⬇

Fique bem informado com as notícias do Click Camboriú através do Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Empresa catarinense tem o melhor custo benefício do Brasil em colchões magnéticos

Além dos colchões magnéticos, a Superlife Colchões também conta com os mais variados modelos de cabeceiras, base baú e base box com auxiliar, tudo com fabricação própria
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.