- PUBLICIDADE -

Camboriú e a (in)segurança pública

Inércia do Secretário de Estado de Segurança Pública tem contribuído para a (in)segurança pública de Camboriú e por consequência das cidades vizinhas

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Curso de Gastronomia da UniAvan é reconhecido com conceito 5

Infraestrutura moderna, formação dos professores e possibilidades de estágios internacionais são alguns dos diferenciais destacados

John Lenon Teodoro
John Lenon Teodoro

Hoje estreio minha coluna aqui no Click Camboriú, que terá sempre Camboriú em Foco. Buscarei pautar em temas de interesse público que afetam diretamente a vida dos cidadãos camboriuenses, com objetivo contribuir para reflexão dos leitores deste conceituado portal de noticias com muita responsabilidade e respeito. Sendo assim meu primeiro tema escolhido é sobre segurança pública.

Camboriú hoje é a 15ª cidade em população no Estado, terra-mãe de Balneário Camboriú, e sofre com todo passivo social da cidade vizinha. Não suficiente o contraste social existente, a cidade possui um orçamento municipal nada páreo para o enfrentamento dos problemas em diversas áreas, especialmente na segurança pública.

Nos últimos anos ocorreram sim conquistas essenciais, como a construção de sede própria para Policia Militar e Civil, ações do comando em parceria com a Prefeitura, no Programa Camboriú Mais Segura, no período de 2013/2015, com redução de 50% dos índices de homicídios e perturbação alheia através de um  alinhamento estratégico com o foco na prevenção, algo simples e eficaz que deixou de ser operacionalizando simplesmente por falta de efetivo. Aliás, esse é o principal fator da segurança pública que gera insegurança na população, seja na sensação, seja nos próprios números, demostrado nas ocorrências que cada vez mais ganham destaque nos noticiários.

Se a Prefeitura de Camboriú, já apresentou em seu PPA 2018/2021 a implantação da Guarda Municipal, uma iniciativa louvável do Prefeito e de sua equipe de governo, que merece elogio, por outro lado o Governo do Estado, especialmente o Secretário de Estado de Segurança Pública, parece ter riscado do mapa a Capital da Pedra. Sua inércia em relação ao nosso município tem contribuído para (in)segurança pública de Camboriú e por consequência das cidades vizinhas. De fato passou a hora de transformar a Companhia de Camboriú  em Batalhão, garantir efetivos e viaturas suficientes tanto para Policia Militar como na Civil. O Legislativo já se cansou de revindicar, os comerciantes de se queixar e a população de acreditar nas velhas desculpas do governo estadual, enquanto isso mais uma assassinato a luz do dia em praça pública ocorre, o mais do mesmo segue sem nenhuma preocupação do Secretário de Estado que sempre encaminha os novos policiais para outros municípios que “coincidentemente” são sempre os mesmos agraciados, seja por força da vontade política ou porque são batalhões.

John Lenon Teodoro, apresentador do Programa Bom dia Camboriú na rádio Paz no Vale 105,9fm, formado em Administração (UDESC), especialista em Gestão Pública (IFSC).


COMENTE ABAIXO ⬇

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Comece bem o verão com marmitas caseiras da Light Food BC

Por sua qualidade de vida e saúde, nos dias quentes mantenha uma alimentação saudável com as marmitas da Personal Chef Fit Kris Borba
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.