Prefeito não ordenou que a GM saísse das ruas; Comando pode ter agido deliberadamente

Fabrício diz que em nenhum momento tomou a decisão de suspender o atendimento de ocorrências pela Guarda Municipal

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

Maior edifício da América Latina tem elevador residencial mais rápido do Brasil

Com capacidade de se deslocar seis metros por segundo, o elevador poderá percorrer em menos de um minuto os 81 andares do Yachthouse

Reprodução

O prefeito de Balneário Camboriú, Fabrício Oliveira, emitiu uma nota oficial na manha deste domingo (29), para esclarecer que não ordenou que a Guarda Municipal saísse das ruas. A recomendação havia sido feita por uma promotora de justiça, para que a GMBC parasse de atuar no combater o crime, pois essa não seria sua competência. Porém, o próprio prefeito já havia declarado que não acataria a recomendação e manteria as coisas do jeito que estavam.

Como a ordem não partiu do prefeito, presume-se que houve uma decisão deliberada do comando da Guarda Municipal em não atender as ocorrências de violência na noite de sábado (29). Talvez, com intuito de mostrar justamente que a segurança fica fragilizada sem a presença da guarda na ruas.

Se a Guarda Municipal estava acatando uma recomendação da promotora Daianny Cristine Silva Azevedo Pereira, da 8ª Promotoria de Justiça de Balneário Camboriú, então desacatou uma ordem do prefeito e cometeu o equívoco de deixar de cuidar até de um prédio público, que está dentro de suas atribuições. A Passarela da Barra também acabou desguarnecida durante o episódio e dois elevadores foram alvos de vandalismo na última madrugada.

Nota oficial – Guarda Municipal continua nas ruas

Sobre os casos de violência ocorridos no sábado, 28, a Administração Municipal esclarece que em nenhum momento tomou a decisão de suspender o atendimento a ocorrências e chamadas efetuadas para a Guarda Municipal pelo serviço 153 e reafirma seu compromisso com a comunidade em manter os agentes de segurança nas ruas.

Por outro lado, irá apurar os motivos que levaram a guarda municipal a não atender os reclames da população na data acima citada.

Finaliza, informando que o trabalho dos agentes já retornou a normalidade, com o efetivo completo e disposto a atuar em prol do cidadão, tanto no patrulhamento das ruas, quanto no atendimento do 153.

Fabrício Oliveira
Prefeito Balneário Camboriú


COMENTE ABAIXO ⬇

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

Gincana interescolar de BC visa aumentar o aproveitamento do resíduo reciclável

As unidades escolares - Centros Educacionais e Núcleos Infantis, receberão semanalmente as tarefas a serem desenvolvidas
- Publicidade -