Saiba porque Ary Souza (PSD) vai ficar de fora das eleições

Ary era cotado para ser o vice de Fabrício Oliveira

Ary Souza, líder do PSD de Balneário Camboriú, vai ficar de fora das eleições desse ano. Ele acusa Leonel Pavan de ter tomado de assalto o partido na cidade, em um desabafo no facebook, entitulado “Decisão em família”.

“A família de Ary Souza e João Miguel Tatá, pioneira de Balneário Camboriú, após 20 anos participando do processo político, ficará fora das eleições municipais de 2016. A decisão foi tomada após a intervenção de Leonel Pavan no PSD, partido liderado por Ary Souza, que há 2 anos vinha construindo um projeto político e de cidade para Balneário Camboriú, juntamente com Fabrício Oliveira. A decisão foi tomada por entender que essa grave violação do direito de livre manifestação, não pode ser aceita, e precisa ser combatida com posições firmes e coerentes. Chega de mordaça, chega de chibatas e principalmente chega de Coronéis. Ainda com mais disposição e garra, reafirmamos o apoio incontestável a FABRÍCIO OLIVEIRA.”

LEIA TAMBÉM:
Convenção do PSB oficializa a chapa de Fabrício Oliveira e Carlos Humberto
Convenção do PMDB homologa chapa com Jade Martins Ribeiro e Jone Antonio Moi
Convenção do PSDB confirma Pavan como candidato a prefeito de Balneário Camboriú

Ary era cotado para ser o vice de Fabrício Oliveira. Inclusive, o deputado Gelson Merísio, presidente do PSD estadual havia declarado que apoiaria a candidatura de Fabrício.

Estranhamente, Merísio colocou o partido para apoiar a candidatura de Leonel Pavan, e com isso, tirou Ary Souza de cena. Ary se recusa a apoiar Pavan, e com isso, não disputará as eleições, nem como candidato a vereador.

O PSB de Fabrício Oliveira também ficou sem saída, e mesmo a contragosto de alguns apoiadores de Fabrício, restou compor a chapa com o PR. Culpam o Pavan de tê-los deixado como única opção colocar Carlos Humberto como vice.


COMENTE ABAIXO ⬇