camara-camboriu
Divulgação

Durante a sessão desta terça-feira (01) os vereadores levantaram uma discussão sobre o projeto que lei que proibiria os vereadores eleitos de assumirem um cargo como secretário municipal, nos próximos mandatos de Camboriú. Embora o projeto ainda não tenha sido apresentado, a ideia levantou diferentes pontos de vista.

Quem iniciou o assunto foi José Simas, o Zeca Simas. Como ele explica, o cidadão vota em um candidato desejando que ele se torne vereador. Quando ele vence a eleição, é injusto que aceite outro cargo. “O eleitor não conhece a pessoa que assumiria o seu lugar, não votou naquela pessoa. Por isso acho que devemos acabar com isso: quem se elege como vereador, deve permanecer como vereador”.

O vereador Ângelo Cesar Gervásio concordou e disse que agora é o melhor momento para a criação do projeto. “Temos que mostrar uma Câmara unida e forte, mostrar que temos poder”, completa.

Já a vereadora Jane Steffen se mostrou dividida sobre o assunto. De acordo com ela, essa sempre foi a vontade do povo e sempre afirmou que nunca assumiria um cargo no Executivo, enquanto estivesse representando a comunidade na Câmara. “Porém, eu seria muito à favor se o projeto tivesse sido apresentado e votado antes do resultado das eleições. Porque essa decisão justamente agora? Eu jamais assumiria por uma questão de coerência e respeito com quem votou em mim, mas dessa maneira como vem sendo abordado, penso que pode ser uma manobra política”, explica.

Durante a noite dois projetos de lei e mais um requerimento foram votados e aprovados. Ambos os projetos tratam de denominação de ruas da cidade, um deles deve retornar para a segunda votação.

NOTÍCIAS RELACIONADAS:
→ Vereadora eleita de Camboriú faz crítica a vereadores que assumem pastas na prefeitura
Piruka quer que vereadores eleitos sejam proibidos de assumir cargos na prefeitura


COMENTE ABAIXO ⬇

resposta(s) publicada(s). (Obs.Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site)