Google Street View

Na manhã desta quarta-feira (11), por volta das 11h, a guarnição ambiental da Guarda Municipal de Balneário Camboriú foi acionada via 153 pra atender uma ocorrência na Avenida Alvin Bauer, esquina com a Avenida Brasil, onde estariam lavando fachadas e janelas de um prédio com produtos químicos tóxicos, e os resíduos estariam caindo sobre os pedestres, impedindo a passagem pela calçada.

Os produtos utilizados eram detergentes e hipoclorito de sódio, um forte composto oxidante e corrosivo capaz de queimar a pele e causar lesões nos olhos, além de ocasionar um forte odor.

Assim, a guarnição determinou que parassem com a prática, pois a mesma oferecia riscos aos pedestres. Apresentando uma intimação, o responsável alegou que o fiscal de obras teria autorizado a realização da limpeza entre ás 6h e 9h. Em contrapartida, a guarnição orientou que não seria possível continuar a execução daquela maneira.

Foi solicitado o apoio da Secretaria do Meio Ambiente e da Secretaria do Planejamento para tomarem as providências necessárias.


COMENTE ABAIXO

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.