O Instituto Geral de Perícias (IGP) de Itajaí. (Google Street View/reprodução)

Na manhã da última terça-feira (16), por volta das 08h05min, a Polícia Militar foi acionada para atender uma ocorrência de uso de documento falso na avenida Joca Brandão, Centro de Itajaí.

No local, o funcionário do Instituto Geral de Perícias (IGP), informou que um homem apresentou uma certidão de nascimento falsa na tentativa de emitir uma nova identidade.

A fraude foi descoberta através das análises da papiloscopista, que fez o estudo das impressões digitais.

No momento da chegada dos policiais, o autor tentou se evadir, sendo abordado na porta e retido até a confirmação da fraude.

Diante dos fatos, foi proferida a voz de prisão por falsidade ideológica e J.R.L.B., de 42 anos,  foi encaminhado ao órgão competente.

O mesmo não possuía antecedentes criminais.


COMENTE ABAIXO

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.