Divulgação

Balneário Camboriú deu o primeiro passo para implementar na cidade um dos mais modernos sistemas de coleta e tratamento de resíduos do país, de acordo com legislações vigentes para a Política Pública de Resíduos Sólidos Local. Dentre as primeiras ações, está a instalação de contentores subterrâneos de lixo orgânico na região central, que começou nesta terça-feira (05). Serão quatro equipamentos, o primeiro deles está sendo instalado na Avenida Atlântica, em frente ao Calçadão da Central. Por conta da obra, a via ficará em meia pista neste trecho, até quinta-feira (07), quando está prevista a conclusão da instalação.

Na sequencia serão instalados os contentores da Rua 51 esquina com a Rua 11; Avenida Brasil esquina com a Rua 15 e da Avenida Brasil esquina com o Calçadão. “Sempre que concluída a instalação e um ponto, a obra seguirá para o próximo. A previsão é de que até dia 14 de dezembro todos estejam instalados”, contou o secretário de Planejamento, Edson Kratz. Também está prevista, para a temporada, a instalação de um ecoponto para recicláveis e vidro, na elevatória da Avenida Alvin Bauer. Outros três ecopontos serão instalados no próximo ano, em locais ainda não definidos.

Cada lixeira possui quatro contentores com capacidade para mil litros. Pelo menos três vezes por dia será feita a coleta mecanizada para esvaziar as lixeiras subterrâneas. A coleta mecanizada de resíduos sólidos comuns utilizando o Sistema de Contentores Subterrâneos (SCS) é uma tecnologia amplamente utilizada na Europa e ainda pouco implementada no Brasil. “Pelo que temos conhecimento, Balneário Camboriú é a primeira cidade catarinense a contar com esse serviço”, disse o gerente regional da Ambiental, Eduardo Alvino da Silva. A empresa é a responsável pela coleta de lixo no município.


COMENTE ABAIXO

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.