Divulgação

O robozinho ROPE é um sucesso no Núcleo de Educação Infantil Carrossel, de Balneário Camboriú. Há praticamente um mês o brinquedo de programar, inédito no país, está sendo utilizado para auxiliar no aprendizado das crianças. Assim como em todas as atividades, a inclusão está presente, e o ROPE também conquistou as crianças com deficiência.

No núcleo estudam três crianças com deficiência. Os pequenos participam ativamente das atividades e demonstraram bastante interesse no ROPE. “A Educação é a base para que nossas crianças cresçam e aprendam a respeitar todas as diferenças existentes na nossa sociedade. Por isso, todas as crianças são inclusas nas atividades com o brinquedo ROPE e nas demais, mostrando que é possível sim desenvolver todo tipo de atividade com todas as crianças, independentemente de qualquer limitação que a mesma possa ter”, conta a gestora do núcleo, Vanessa Ramos Cardoso.

Desenvolvido para crianças de 05 a 07 anos, o “ROPE” é um brinquedo inovador que permite trazer a tecnologia para a sala de aula, de maneira divertida e lúdica, sem a necessidade de uso de computadores. Ele auxilia no desenvolvimento cognitivo e motor. O robozinho simpático, feito de madeira, funciona obedecendo comandos das próprias crianças. “É muito importante que o brinquedo também tem uma abordagem inclusiva possibilitando a participação efetiva de todas as crianças”, disse a diretora do Departamento de Educação Especial, Adriana dos Santos.

O NEI Carrossel recebeu três robôs criados pelo Laboratório de Inovação Tecnológica na Educação (LITE) da Univali e viabilizados através de parceria com o Ministério Público. Para programar o ROPE é muito fácil. Ele possui cinco botões coloridos que indicam a direção que o robô deve seguir e um de executar. Também emite sons, que orientam as crianças, e diversas luzes. Os pequenos aprendem com facilidade a traçar tarefas enquanto desenvolvem a cooperação, solucionam problemas e fazem cálculos. Os brinquedos possibilitam que a criança realize atividades lúdicas que trabalham conceitos importantes como a resolução de problemas, número, estimativas, a lateralidade e outros aprendizados fundamentais nesta fase do desenvolvimento infantil.

Saiba mais sobre o ROPE

A concepção e produção dos brinquedos é resultado de um esforço continuado de pesquisa da Univali que contou com pesquisadores do Mestrado e Doutorado de Educação trabalhando em conjunto com pesquisadores do Mestrado de Computação Aplicada e dos cursos de Engenharia de Computação, Ciência da Computação e Design. O projeto do brinquedo foi evoluindo gradativamente considerando simultaneamente as necessidades e potenciais de desenvolvimento da criança e os desafios de eletrônica, engenharia e design para sua produção a um baixo custo. “O brinquedo é resultado de mais de 3 anos de pesquisas. O projeto inclusive recebeu a chancela da Sociedade Brasileira de Computação como sendo um projeto altamente inovador e potencial impacto social”, comenta Raabe.


COMENTE ABAIXO

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.