Divulgação

O Conselho Municipal do Bem Estar Social (COMBES), com o Fundo Rotativo do Bem Estar Social da Prefeitura Municipal de Balneário Camboriú (FURBES/PMBC), divulgaram nesta semana uma resolução com os procedimentos e critérios necessários para que organizações sem fins lucrativos possam realizar serviços relacionados à habitação e/ou promoção social no Conselho.

As entidades interessadas em fazer parte do COMBES têm que se dispor a elaborar um Plano de Ação que apresente, entre outras coisas, identificação, objetivos, abrangência territorial e que conste dados como estrutura e origem de todos os recursos utilizados para a realização dos trabalhos. Para realizar o credenciamento é necessário que a organização tenha como finalidade a elaboração de projetos e serviços de cunho habitacional como reflorestamento e recuperação ambiental, e/ou de promoção humana como caráter educacional, profissionalizante, cultural e esportivo.

O presidente do COMBES, Allan Schroeder, fala também sobre a integração de Organizações Não-governamentais em outras ações do conselho. “Futuramente caberá ao COMBES discutir a possibilidade de seleção de ONG’s para prestarem serviços ao município, principalmente, junto ao Programa Pós-Morar desenvolvido pelo FURBES de acompanhamento e oferta de atividades para famílias beneficiárias da política habitacional”.


COMENTE ABAIXO ⬇

resposta(s) publicada(s). (Obs.Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site)